Curso sobre Eficiência Energética

O curso oferece subsídios técnicos e informações sobre legislação, normas técnicas, ferramentas para análise econômica e práticas de gestão de eficiência energética para técnicos, engenheiros, donos de processos e gestores públicos e empresariais, com o objetivo de racionalizar o uso de energia elétrica e reduzir a emissão de gases do efeito estufa.

Categoria

Descrição

Contexto

A disponibilidade, qualidade e custo justo da energia elétrica são fundamentais para o bem-estar das pessoas e desenvolvimento econômico das regiões e empresas. O uso racional da energia elétrica com infraestrutura técnica apropriada e equipamentos com baixo consumo de energia ajuda a conservar os recursos naturais, reduz a emissão de CO2, contribui no esforço para evitar o aquecimento global e as mudanças climáticas extremas, reduz os custos operacionais das empresas, retarda investimentos de expansão da infraestrutura elétrica nas empresas e das concessionárias de serviços de geração, transmissão e distribuição.

Projetos de eficiência energética devem ter uma abordagem ampla, não se restringindo a substituição de equipamentos eletroeletrônicos, aparelhos de ar condicionado e iluminação. As construções devem adotar novos materiais, arquitetura e áreas verdes para reduzir o uso de equipamentos de climatização e iluminação artificiais.

A indústria deve rever os processos tradicionais de produção e adotar novas técnicas e materiais para reduzir o consumo de energia e emissão de CO2. Auditorias técnicas e acompanhamento de indicadores de consumo ajudam na melhoria contínua dos processos. A norma internacional ISO 50.001 ajuda no desenvolvimento e implantação de estratégias e processos de racionalização do uso de energia elétrica e o engajamento dos principais interessados, os stakeholders.

Projetos de Gestão Energética Municipais (GEM) contribuem para tornar as cidades mais sustentáveis e inteligentes. Existem programas da Aneel (Agencia Nacional de Energia Elétrica), através do Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) oferece recursos técnicos e financeiros para os gestores municipais implantarem projetos de eficiência energético.

A Lei 9.991 de 24 de julho de 2000 determina que as concessionárias ou permissionárias de distribuição de energia elétrica devem aplicar um percentual mínimo da receita operacional líquida (ROL) em programas de eficiência energética, seguindo recomendações da Aneel. Atualmente, as distribuidoras investem 0,25% do ROL em projetos subsidiados ou a fundo perdido para projetos nas suas áreas de concessão. Para empresas com fins lucrativas, os financiamentos são subsidiados, e para o poder públicos as verbas são a fundo perdido.

Uma gestão energética eficiente identifica oportunidades de melhoria contínua dos processos empresariais e direciona ações com maiores retornos de investimentos. Na área pública, auxilia na definição de projetos, maximização dos investimentos, redução de gastos e na formação de uma cultura sem desperdícios nos cidadãos.

Duração do curso:

8 horas

Programa do Curso

  1. GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
    1. Matriz energética brasileira
    2. Fontes convencionais
    3. Fontes renováveis
    4. Geração distribuída
    5. Baterias de grande capacidade
    6. Gerenciamento da geração
    7. Mercado Livre de Energia
  2. TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
    1. Sistema Integrado Nacional (SIN)
    2. Monitoração e controle
  3. DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
    1. Modelo do setor
    2. Tensão de atendimento
    3. Definições e conceitos
    4. Tensão de fornecimento
    5. Modalidade tarifária
    6. Outras cobranças
    7. Revisão tarifária
    8. Exigências das instalações
    9. Monitoração e controle
    10. Smart Grid
    11. Níveis de serviços das concessionárias
  4. EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM CONSTRUÇÕES
    1. Consumo de energia em construções
    2. Conforto térmico
    3. Climatização
    4. Ventilação natural
    5. Climatização artificial
    6. Aquecimento de água
    7. Refrigeração
    8. Conforto visual
    9. Iluminação natural
    10. Iluminação artificial: lâmpadas
    11. Iluminação artificial: luminárias
    12. Outros equipamentos
  5. EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA INDÚSTRIA
    1. Caldeiras e fornos
    2. Motores de indução trifásicos
    3. Compressores e ar comprimido
    4. Bombas de vácuo
    5. Bombas de fluxo e ventiladores
    6. Transformadores
  6. PLANEJAMENTO URBANO E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA
    1. Clima e planejamento urbano
    2. Iluminação pública
    3. Saneamento e usinas de biogás
    4. ISO 37.120 (Cidades Sustentáveis)
    5. PROCEL GEM – Gestão Energética Municipal
  7. AUDITORIA ENERGÉTICA
    1. Auditoria energética
    2. Norma ISO 50.001
    3. Medição & Verificação (M&V)
  8. ANÁLISE ECONÔMICA
    1. Fluxo de caixa
    2. Critérios para tomada de decisão
  9. CERTIFICAÇÕES E RELATÓRIOS DE SUSTENTABILIDADE
    1. ISO 14.000 (Gestão Ambiental)
    2. Global Reporting Initiative (GRI)
  10. PROGRAMA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DA ANEEL
    1. Objetivo e premissas do programa
    2. Avaliação e gestão dos projetos
    3. Tipologia dos projetos
    4. Roteiros básicos para a elaboração de projetos
    5. Gestão Energética Municipal (GEM)
    6. Critérios de avaliação
    7. Fiscalização dos projetos

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Curso sobre Eficiência Energética”